As regiões de Venda Nova, Barreiro e Oeste, em Belo Horizonte, tiveram inundações por causa da chuva deste domingo (19).
Nesta tarde, a Avenida Vilarinho, em Venda nova, teve o trânsito fechado às 15h por conta de alagamentos. A Avenida Tereza Cristina, na Região Oeste, também foi bloqueada para tráfego, porque o Ribeirão Arrudas transbordou em alguns pontos. Também choveu forte na região Centro-Sul, com enchentes registradas na avenida Olegário Maciel, e em Contagem, na região metropolitana. A Defesa Civil liberou o trânsito na Avenida Vilarinho às 16h.
Ao longo da tarde, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais recebeu 67 chamadas relacionadas ao temporal. A maioria veio de pessoas que ficaram ilhadas ou tiveram as casas tomadas pela água.
Córrego transborda na Avenida Tereza Cristina
Chuva na Tereza Cristina — Foto: Defesa Civil de BH
Chuva na Tereza Cristina — Foto: Defesa Civil de BH
A chuva também provocou um deslizamento na avenida Tito Fulgêncio, na região do Barreiro. Parte da via ficou bloqueada.
Deslizamento obstrui parte da via na Avenida Tito Fulgêncio  — Foto: Paulo Pires
Deslizamento obstrui parte da via na Avenida Tito Fulgêncio — Foto: Paulo Pires
Comerciantes de uma feira foram pegos de surpresa pela enxurrada e acabaram sendo arrastados pela força da água. Tendas, cadeiras e mercadorias também foram levadas.
Em Contagem, na Grande BH, a água invadiu casas na Vila Barraginha. Os moradores tiveram que abandonar suas casas às pressas.
Chuva na Vila Barraginha, em Contagem

Pancadas

Mais cedo, o órgão emitiu um alerta de pancadas de chuva com raios e rajadas de vento em torno de 50 km/h.
De acordo com o comunicado, que tem validade até as 8h desta segunda-feira (20), a quantidade de chuva prevista era de 20mm a 50mm.
Chuva causa alagamento em rua da Região do Barreiro, em BH

Muitas nuvens

Céu de Belo Horizonte está nublado — Foto: Reprodução/TV Globo
Céu de Belo Horizonte está nublado — Foto: Reprodução/TV Globo
A Defesa Civil divulgou ainda que o céu de Belo Horizonte estava parcialmente nublado com possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas isoladas.
Segundo o órgão, a temperatura mínima foi de 18°C, a máxima não passaria dos 29°C.
À tarde, a umidade relativa do ar, conforme a Defesa Civil, ficaria em torno de 55% na parte da tarde.

Recomendações durante a chuva

  • Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva.
  • Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos.
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores.
  • Atenção especial em áreas de encostas e morros.
  • Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para Cemig (116) ou Defesa Civil (199).
  • Se aparecer fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199).
  • Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.