Garoto que afundou em cachoeira é a 58ª vítima - TV Canal Dom Silvério

Participe nossa grupo

 Anuncie Aqui no TV Canal

Garoto que afundou em cachoeira é a 58ª vítima

Share This


Bombeiros encontraram ontem à tarde o corpo do menino de 10 anos que foi arrastado pelas águas enquanto visitava, com a família, a cachoeira Ponte Quebrada, em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Esta é a 58ª morte registrada desde o dia 24 de janeiro, em consequência das chuvas que atingem o estado.
Segundo o tenente Sandro Aluisio Júnior, o garoto foi arrastado anteontem, no fim da tarde. Aproveitando as águas aparentemente tranquilas, a família tentava passar de uma margem à outra da cachoeira quando foi surpreendida pelo repentino aumento do nível d’água. Além disso, segundo o tenente, há, submerso, um desnível, uma espécie de buraco, onde o garoto pode ter afundado.
Além das mortes, as fortes chuvas que atingiram Minas Gerais nas últimas semanas causaram prejuízos em muitas cidades – inclusive Barão de Cocais e Santa Bárbara. Ontem, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu a situação de emergência em mais 95 cidades. Com isso, já chega a 196 o total de municípios mineiros cuja situação de emergência foi reconhecida pelo Governo.
Com o reconhecimento federal da gravidade da situação, os gestores municipais podem contratar serviços temporários e efetuar compras consideradas essenciais sem a obrigação de realizarem processo licitatório. O reconhecimento federal também permite às prefeituras pedir recursos da União para ações de socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução.
Além disso, os moradores de áreas afetadas diretamente prejudicados podem acessar mais facilmente alguns benefícios sociais e auxílios, inclusive financeiros, oferecidos pelos governos municipais, estaduais e federais. Um exemplo é o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no limite máximo de R$ 6.220 por trabalhador. 

Nenhum comentário:

Facebook