Coronavírus em 28 de março: Brasil tem 3.904 casos confirmados e 114 mortes - TV Canal Dom Silvério

Coronavírus em 28 de março: Brasil tem 3.904 casos confirmados e 114 mortes

Share This

Subiu para 3.904 os casos confirmados de coronavírus (Covid-19) no Brasil. O número de óbitos também aumentou para 114. De acordo com informações repassadas pelas secretariais estaduais ao Ministério da Saúde, até as 16h deste sábado (28/03/2020), as mortes estão localizadas nos estados do Amazonas (1), Ceará (4), Pernambuco (5), Piauí (1), Rio de Janeiro (13), Goiás (1), Paraná (2), Santa Catarina (1), Rio Grande do Sul (2) e São Paulo (84). Com os dados atualizados, o índice de letalidade da doença no país está em 2,8%.
Durante a coletiva, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, explicou que agora é um momento que o Brasil precisa se unir e andar na mesma direção para passar pela crise com o menor estrago possível. “Precisamos ter racionalidade e não nos mover por impulso. Vamos nos mover pela ciência, pela parte técnica, com planejamento e pensando em todos os cenários. Não podemos agir pensando individualmente, mas coletivamente. É hora da União, estados, municípios e população estarem bem alinhados para enfrentarmos juntos essa fase ruim”, explicou Mandetta.

Medidas de isolamento

O Ministério da Saúde promoverá reuniões durante a semana com as secretarias estaduais e municipais de saúde para traçar planos que contemplem a saúde e a economia ao mesmo tempo, de forma sincronizada. O momento de isolamento social se faz necessário para que o Sistema Único de Saúde (SUS) tenha tempo de preparar melhor a estrutura e os profissionais de saúde, o que deve ajudar a reduzir os casos de pessoas infectadas e, principalmente, óbitos.
“O tempo que nós temos para nos prepararmos melhor é agora. Temos que regularizar o abastecimento correto dos Equipamentos Individuais de Proteção (EPIS) para os profissionais de saúde, caso contrário vamos rapidamente perder força de trabalho e teremos muita dificuldade. Agora temos que poupar o sistema de saúde e não sobrecarregá-lo”, ponderou Mandetta.
Durante a semana, a pasta observará e alinhará os parâmetros conforme a necessidade de cada estado para que economia e saúde andem juntos. “Onde for preciso apertar ou afrouxar mais nós faremos, mas sempre juntos. Vamos com ética, disciplina e foco. Estou com os cabeças brancas da medicina andando comigo. Agora é hora de unir todo mundo, vamos ter dias difíceis, mas podemos amenizá-los muito”, concluiu o ministro.
Veja a íntegra da coletiva:

Casos e óbitos por estado

  • Acre – 25 casos
  • Alagoas – 14 casos
  • Amapá – 4 casos
  • Amazonas – 111 casos e 1 óbito
  • Bahia – 128 casos
  • Ceará – 314 casos e 4 óbitos
  • Distrito Federal – 260 casos
  • Espírito Santo – 53 casos
  • Goiás – 56 casos e 1 óbito
  • Maranhão – 14 casos
  • Mato Grosso – 13 casos
  • Mato Grosso do Sul – 31 casos
  • Minas Gerais – 205 casos
  • Paraná – 133 casos e 2 óbitos
  • Paraíba – 14 casos
  • Pará – 17 casos
  • Pernambuco – 68 casos e 5 óbitos
  • Piauí – 11 casos e 1 óbito
  • Rio Grande do Norte – 45 casos
  • Rio Grande do Sul – 197 casos e 2 óbitos
  • Rio de Janeiro – 558 casos e 13 óbitos
  • Rondônia – 6 casos
  • Roraima – 12 casos
  • Santa Catarina – 184 casos e 1 óbito
  • Sergipe – 16 casos
  • São Paulo – 1406 casos e 84 óbitos
  • Tocantins – 9 casos

Nenhum comentário:

Receba Notícias Pelo Whatsapp

 Anuncie Aqui no TV Canal